Alergias (hipersensibilidades)

A pele é o maior órgão do corpo humano e extremamente importante. Em um texto anterior comentamos que ela é importante não apenas por razões estéticas, mas por questões de saúde sendo um alerta para possíveis patologias.Uma das situações comuns são alergias a diversos fatores que agridem a pele. Podem vir de fatores diversos, como alimentos, sol, cosméticos e metais. A seguir uma definição técnica da pele e de como acontecem as alergias.

Da visão anatômica e histológica a pele é basicamente dividida em 3 camadas: A epiderme, mais externa, a derme e o tecido adiposo subcutâneo as quais interagem entre si, dependendo da localização, bem como a resistência também depende. A Epiderme é constituído em grande volume de células denominadas de queratinócitos dispostas em camadas sobrepostas. Essas células revestem a camada mais externa da pele exercendo função protetora, e são células consideradas mortas, pois não tem núcleo. Mais abaixo existem células dendríticas as APCs, que são sadias e tem funções imunológicas, e tas células de Langerhans e os melanócitos que favorecem a pigmentação da pele.Entre a epiderme e derme temos a membrana basal que garante amparo e funcionalidade.

A Derme, seria a camada intermediaria e frouxa, e suprido de sangue que regula a estabilidade da epiderme e assume o abastecimento de nervos, vasos e também contém efeito regulador em resposta imunológica: fibroblastos, mastócitos células nervosas, distintas formas de diferenciação da série mielomonocitária, como APCs e células endoteliais. Todas essas células interagem entre si e podem produzir citocinas e quimiocinas que comandam a migração de células hematopoiéticas. (GREVERS, 2003) Os mastócitos podem formar histamina, mediadores da reação imediata e também TNF e IL – 8, moléculas estas necessárias para a migração de neutrófilos, células estas presentes em processos inflamatórios. Esse processos levam a migração de outra célula granulócita, denominada eosinófilo, presente em processos alergênicos e parasitários.

O tecido adiposo subcutâneo atua como suporte mecânico, suprimento sanguíneo e a sob a temperatura da pele, tendo também uma certa influência sobre respostas imunes.

Na questão morfológica geralmente as pessoas que se queixam de alergias na pele , se queixa de prurido (coceira), aquecimento, inchaço por hiperemia, vermelhidão, vesículas(bolha) em casos agudos, caracterizando uma inflamação, ou seja dermatite e eczema (bolha) em casos mais graves, ou crônicos rachaduras, escamação dentre outros. Embora essas características podem ser de origem tóxica, como toxicidade por medicamentos por exemplo e infecciosa, também são característicos de processos de hipersensibilidade ou seja alergia da pele. Na parte histológica a dermatite corresponde a um infiltrado com predomínio de células do tipo linfócito T que penetram nas camadas superiores do epiderme. O infiltrado esta associado a hiperemia, a proliferação de queratinócitos que promove escamação e os edemas que formam as vesículas (bolhas).

Principais agentes causadores de alergias: As pessoas podem caracterizar pela pele alergias provenientes de medicamentos ou alimentos, no entanto as alergias de contato são muito comuns e relacionadas a metais de baixa qualidade, roupas, ou a cosméticos, medicamentos, alimentos processados, produtos de limpeza. No caso de cosméticos em geral ativos sintéticos ou aromatizantes e corantes artificiais que tendem a provoca-las. Mas ativos sintéticos podem ser severos.

As opções em geral são buscar cosmética hipoalergênica, ou seja, que tem baixa probabilidade de causar. Em geral medicamentos, alimentos, produtos de limpeza e cosméticos com ativos naturais e aromatizantes, corantes e conservantes naturais diminuem muito a probabilidade de se fazer uma alergia. Observando que corantes em roupas são alergênicos. Ironicamente podemos observar que os produtos processados por formas sintéticas tendem a ser mais atraentes e vivazes, além de ter uma durabilidade maior, porém tendem a terem efeitos devastadores que podem trazer mais malefícios que benefícios. Não se precipite e não faça auto diagnóstico e automedicação. Consulte um profissional da área de saúde que posso orienta-lo e trata-lo.

Artigos Relacionados